TRE-MT encerra revisão biométrica em Santa Rita do Trivelato – MEDIO NORTE NOTICIAS
Informações a Todo Momento, de Nova Mutum, Brazil. Site de Noticias de Nova Mutum e Região do Medio Norte Matogrossense. Nova Mutum, Noticias, festas, policia, acidente, cidade, emprego, entretenimento, fotos, economia, agricultura, informação, Mato Grosso, Nova, Mutum, Mato, Grosso, Política, Prefeitura, Câmara, esporte, jovem, tempo, real, bombeiros, rodovia, trânsito, delegacia, Militar, Civil, Prisão, Arma, Fogo, centro oeste, biodiesel, industria, dinheiro, telefone, falecimento, vagas de emprego, vagas, BR-163, Km 600, MT-249, MT-235, Ranchão, Pontal do Marape, ginásio, jogos, escola, qualidade de vida, comercio, empresa, prédio, saúde, hospital, prefeito, vereador, eleição, bombeiros, lago, chafariz, Balada, Danceteria, Show, Fotos, Cobertura de Eventos, Informando Nova Mutum, Região, notícias de Mato Grosso, Lucas do Rio Verde, Sinop, Sorriso, Nova Mutum, Cuiabá e Região, noticias policiais medio norte mt, notícias nova mutum

TRE-MT encerra revisão biométrica em Santa Rita do Trivelato

Com o título eleitoral cancelado o eleitor não poderá se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública.

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) encerrou a revisão com coleta de dados biométricos em Santa Rita do Trivelato (a aproximadamente 112 km distante de Nova Mutum, no médio norte de Mato Grosso). A revisão ocorreu de 08 de agosto a 13 de setembro e os trabalhos foram conduzidos pela 05ª Zona Eleitoral, com sede em Nova Mutum.

VEJA TAMBEM:  Escola de Governo abre inscrições para curso online de Direito Constitucional

Cerca de 1.950 eleitores que deveriam comparecer a revisão, somente 1.341 fizeram a coleta biométrica. Além destes, foram cadastrados, entre transferências de municípios e novos eleitores, um total de 425 eleitores, totalizando o novo eleitorado ativo de Santa Rita do Trivelato de 1.766 eleitores.

Para que ocorra o cancelamento dos títulos dos eleitores ausentes, a revisão precisa ser homologada pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso.

Com o título eleitoral cancelado o eleitor não poderá se inscrever em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; obter passaporte ou carteira de identidade; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo; e participar de concorrência pública ou administrativa da União, dos estados, dos territórios, do Distrito Federal ou dos municípios, ou das respectivas autarquias.

VEJA TAMBEM:  Homem denuncia ameaça e é detido por porte ilegal de arma e embriaguez ao volante

Com informações Assessoria TRE-MT

você pode gostar também
Loading...