ACOMPANHE📺

Trabalho integrado encontra armas de fogo em áreas degradadas

Equipes do Batalhão Ambiental, da Delegacia Especializada de Meio Ambiente e Politec apreenderam nesta quarta-feira (22), armas de fogo e material de pesca predatória em duas propriedades particulares nas margens do Lago de Manso, em Chapada dos Guimarães. Na ação, os agentes observaram que as áreas foram degradadas.

As denúncias descreviam que pessoas estariam loteamento as áreas que são de  preservação permanente. No local, os agentes confirmaram a informação.

Em uma das propriedades, os agentes encontraram um barraco improvisado, com duas espingardas artesanais, uma de pressão e uma rede de pesca.

Na segunda área, a denúncia foi feita pelo proprietário que alegou que sua fazenda foi invadida. No local também tinha um barraco e armas de fogo. Várias árvores foram derrubadas e sinal de queimada. O dono alegou ter ouvido disparos de arma de fogo.

Nas duas propriedades, nenhuma pessoa foi localizada.

Diante da situação, as armas, munições e a rede foram apreendidas pelo Batalhão Ambiental. Referente à área devastada, a Dema junto com a Politec irão analisar via software específico e mensurar a devastação para emitir o auto de infração, relatório técnico, além de identificar os autores.

Na ação foram apreendidos 22 munições de calibre 22, seis cartuchos de calibre 20, uma espingarda cano duplo para calibres 20 e 22, uma espingarda artesanal,  uma espingarda de pressão modificada para calibre 22, um revólver calibres 22 de fabricação caseira e um pote com pólvora.

PMMT

Notícias relacionadas

https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js