Polícia Civil cumpre prisão preventiva de autor de estupro seguido de morte

O crime causou grande repercussão da cidade uma vez que além do duplo estupor, a vítima de 30 anos foi morta na presença filha, de apenas 11 anos de idade.

O homem acusado de duplo estupro seguido de morte ocorrido na madrugada de segunda-feira (23.11) em Barra do Garças  teve o mandado de prisão cumprido, na sexta-feira (27.11), após ser localizado no município de Nova Xavantina.

O suspeito de 33 anos, identificado nas investigações da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Barra do Garças, confessou o crime e disse que t matou a vítima porque foi reconhecido por ela.

O crime causou grande repercussão da cidade uma vez que além do duplo estupor, a vítima de 30 anos foi morta na presença filha, de apenas 11 anos de idade. Assim que foi acionada dos fatos a Polícia Civil iniciou as investigações conseguindo identificar o suspeito e realizando suas buscas.

Noticias a todo momento em nosso  Telegram ▶️

Com todas as informações colhidas, a delegada Luciana canaverde representou pela prisão preventiva do suspeito que foi deferida pela 1ª Vara Criminal de Barra do Garças, e cumprida na sexta-feira (27), em frente a uma agência bancária em Nova Xavantina.

VEJA TAMBEM
1 De 246
Assine nosso boletim de Noticias

Após ter o mandado de prisão cumprido o suspeito foi conduzido a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças, onde foi interrogado pela delegada Luciana Canaverde e alegou que no momento do crime estava sob efeito de álcool e que entrou na casa em posse de uma faca com intuito de roubar.

O suspeito tem extensa ficha criminal,  tem parentes na vizinhança e estava sempre na região.  Ele confessou que abusou da menina e que estuprou a vítima maior de idade. Ele disse que matou a vítima por asfixia com um tecido que havia usado para amarrá-la depois de ser reconhecido por ela.

Devido a gravidade dos fatos, e para garantir a integridade física do suspeito a Polícia Civil solicitou que pelo menos até passar o período de clamor social, o suspeito fosse encaminhado ao presídio de Água Boa para cumprimento de pana.

Polícia Civil-MT

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

banner slide 300X100 (1)
LEIA TAMBEM
Assine nosso boletim de Noticias
Inscreva-se aqui para receber as últimas notícias diretamente em sua caixa de entrada.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...