ACOMPANHE📺

Polícia Civil bloqueia R$ 122 mil subtraídos através de invasão de dispositivo informático de empresa em Sorriso

A Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), bloqueou administrativamente o valor de aproximadamente de R$ 122 mil, oriundos de crime de invasão de dispositivo informático e furto qualificado, praticado contra uma empresa da cidade de Sorriso (442 km ao norte de Cuiabá).

As investigações iniciaram, na segunda-feira (29.03), quando a vítima procurou a Delegacia de Sorriso, informando sobre uma movimentação financeira suspeita na conta de sua empresa, sendo realizadas transferências bancárias no aporte de R$ 700 mil. A vítima entrou em contato com a cooperativa a qual está vinculada a conta bancária, sendo confirmado se tratar de uma movimentação fraudulenta.

Após o registro do boletim de ocorrência, a equipe da Delegacia de Sorriso acionou a Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos, que imediatamente iniciou as diligências e esforços necessários para bloquear os valores que ainda não tivessem sido sacados com a transação. Com a ação rápida, foi possível bloquear administrativamente junto as instituições financeiras mais de 122 mil, subtraídos da empresa da vítima.

Segundo o delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral da Silva, través da ação integrada entre as unidades da Polícia Civil foi possível o bloqueio de valores nsa contas de suspeitos perante as instituições financeiras, que receberam os valores oriundos do crime cibernético

“As investigações continuam alinhadas com a Polícia Civil de Sorriso para identificar os autores da fraude e se possível recuperar demais valores que foram subtraídos da conta bancaria da vítima”, disse o delegado.

Assine nosso boletim de Noticias

PJC-MT

Notícias relacionadas