Polícia autua 210 pessoas por crimes de violência doméstica e cumpre 50 mandados de prisão – MEDIO NORTE NOTICIAS
Informações a Todo Momento, de Nova Mutum, Brazil. Site de Noticias de Nova Mutum e Região do Medio Norte Matogrossense. Nova Mutum, Noticias, festas, policia, acidente, cidade, emprego, entretenimento, fotos, economia, agricultura, informação, Mato Grosso, Nova, Mutum, Mato, Grosso, Política, Prefeitura, Câmara, esporte, jovem, tempo, real, bombeiros, rodovia, trânsito, delegacia, Militar, Civil, Prisão, Arma, Fogo, centro oeste, biodiesel, industria, dinheiro, telefone, falecimento, vagas de emprego, vagas, BR-163, Km 600, MT-249, MT-235, Ranchão, Pontal do Marape, ginásio, jogos, escola, qualidade de vida, comercio, empresa, prédio, saúde, hospital, prefeito, vereador, eleição, bombeiros, lago, chafariz, Balada, Danceteria, Show, Fotos, Cobertura de Eventos, Informando Nova Mutum, Região, notícias de Mato Grosso, Lucas do Rio Verde, Sinop, Sorriso, Nova Mutum, Cuiabá e Região,

Polícia autua 210 pessoas por crimes de violência doméstica e cumpre 50 mandados de prisão

No período de 8 a 26 de novembro foram concedidas 243 medidas protetivas solicitados pelas Delegacias Especializadas da Mulher

PM prende homem por tráfico de drogas durante “Operação Tiradentes” em Nova MutumA Polícia Judiciária Civil mobilizou neste mês de novembro todas as regionais da instituição em ações de enfrentamento à violência doméstica. No período de 8 a 26 de novembro, 210 pessoas foram autuadas em flagrante, outras 50 pessoas por força de mandados judiciais, e foram cumpridas 10 buscas e apreensões em diversas cidades do estado por crimes relacionados à violência doméstica. As prisões são por crimes como violência sexual, estupro de vulnerável, ameaça e descumprimento de medida protetiva.

Foram concedidas pela Justiça neste período 243 medidas protetivas, a maioria delas nas regionais de Cuiabá, Barra do Garças e Tangará da Serra.

A mobilização em Mato Grosso faz parte da ‘Operação Marias’, realizada em todos os estados do País, em parceria com o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (CONCPC), com o objetivo de reprimir crimes relacionados à violência doméstica e familiar.

Além das ações policiais com o cumprimento de mandados de prisão e autuações em flagrante, as regionais da Polícia Civil também desenvolveram atividades orientativas e de atendimento psicossocial.

O delegado-geral adjunto, Gianmarco Paccola Capoani, destaca o empenho das unidades policiais para dar cumprimento às ações investigativas de crimes que envolvam violência contra as mulheres, assim como as medidas protetivas e as ações de apoio psicossocial e de orientação.

VEJA TAMBEM:  NOTA DE ESCLARECIMENTO

“Temos trabalhos relevantes nas regionais que prestam apoio às vítimas, a exemplo da Rede Frente e de projetos como os desenvolvidos em Cuiabá e Várzea Grande”, mencionou o delegado, citando o projeto Ainda Posso Sonhar, que oferta terapia em grupo a mulheres vítimas de violência na Delegacia Especializada de Cuiabá.

Na Regional de Cuiabá foram instaurados pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher 137 inquéritos e outros 124 foram concluídos, além da realização de 176 oitivas e 21 termos circunstanciados de ocorrências registrados. A Delegacia da Mulher também realizou 15 visitas domiciliares.

Uma das prisões na Capital foi de um homem acusado de ameaça contra a ex-companheira. No dia 1º de novembro, o suspeito A.C.L., de 47 anos, durante audiência de conciliação em relação à pensão alimentícia da filha, disse à ex-companheira: “É por causa dessas coisas que acontecem muitos feminicídios”. O suspeito havia deixado a prisão há menos de uma semana devido ao atraso nos pagamentos de alimentos. Durante o interrogatório, o suspeito confessou a autoria do crime.

PM prende homem por tráfico de drogas durante “Operação Tiradentes” em Nova Mutum

Outro mandado de prisão expedido foi em relação a um homem que teria descumprido medida protetiva contra a vítima. O mandado de prisão preventiva expedido contra L.H.M.A. é relativo a um inquérito de crime contra a dignidade sexual, que tramita na unidade policial. A prisão foi deferida pela 1ª Vara da Violência Doméstica e Familiar da Capital e o suspeito foi preso no Aeroporto Marechal Rondon, por equipe da delegada Nubya Beatriz Gomes dos Reis, após desembarcar de um voo.

O Núcleo de Atendimento à Pessoa Idosa, da 2ª Delegacia de Cuiabá, realizou cinco visitas domiciliares e fez sete relatórios policiais em relação a situações de descumprimento de direitos de pessoas idosas.

VEJA TAMBEM:  Vereadores prestigiam formatura de 50 alunos do projeto “Bombeiros do Futuro”

Na regional de Primavera do Leste foram autuadas em flagrante 15 pessoas em crimes relacionados à Lei Maria da Penha, sendo que 11 resultaram em prisões.

Na regional de Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá), foram 83 pessoas autuadas em flagrante e cumpridos sete mandados de prisões, sendo um deles pelo crime de feminicídio ocorrido em Torixoréu. Claudecy Nunes, 48, registrou na Delegacia de Torixoréu o desaparecimento da esposa, Soraya Parreira de Monteiro, de 43 anos. Durante investigações, a Polícia Civil apurou que Claudecy simulou o envio de mensagens para o filho, se passando pela vítima, relatando que a mulher estava em um novo relacionamento e em viagem para o estado do Rio de Janeiro.

As Regionais da Polícia Civil em Cáceres e Tangará da Serra realizaram sete e 42 autuações em flagrante, respectivamente. Oito pessoas foram presas por força de mandados judiciais em Tangará da Serra e 78 medidas protetivas foram concedidas a vítimas. Em Cáceres, foram 19 medidas protetivas.

Na regional de Vila Rica, que abrange delegacias de Confresa, Alto Boa Vista, Vila Rica, São Félix do Araguaia, Luciara, Santa Terezinha, Santa Cruz do Xingu e Canabrava do Norte, foram 25 pessoas autuadas em flagrante e 21 medidas protetivas concedidas.

Para o cumprimento das ações da Operação Marias, a Polícia Civil contou com o emprego total de efetivo de 541 policiais, entre delegados, escrivães e investigadores, e 98 viaturas.

Ações preventivas

Durante o período de intensificação da Operação Marias, as regionais também realizaram atividades orientativas. Em Barra do Garças, a Rede de Frente que reúne diversas instituições em ações voltadas ao enfrentamento da violência doméstica, realizou capacitação com policiais civis e miliares que trabalham no atendimento a vítimas.

VEJA TAMBEM:  Conselheiro Guilherme Maluf toma posse em sessão solene nesta segunda, 16/12

Em Cáceres, a Delegacia da Mulher participou de audiência pública realizada na Câmara Municipal. Em Confresa (1.160 km a nordeste de Cuiabá), uma investigadora da unidade policial do município palestrou em uma escola da cidade sobre o tema com o tema: “Mulheres sementes, existência, identidade, gênero e geração de renda” e participou da Semana pela Não Violência Contra a Mulher, promovida pela Câmara Municipal. A Delegacia Municipal também realizou o atendimento a vítimas de violência, com instauração de investigações e encaminhamentos para atendimento psicossocial.

Em Luciára, equipe da Polícia Civil participou do projeto Justiça Cidadã, do Tribunal de Justiça, onde foram realizadas oitivas, registros de Boletins de Ocorrências, atendimento e orientações a mulheres. A Regional de Tangará da Serra promoveu palestras em faculdade e escola.

PJC-MT

você pode gostar também
Loading...