ACOMPANHE📺

PM liberta 11 pessoas mantidas reféns e prende homem por roubo a empresa de sementes

Policiais do 13º Batalhão libertaram 11 vítimas que foram mantidas reféns durante um roubo a uma empresa de sementes, na noite de quarta-feira (17.11), em Lucas do Rio Verde. Uma pistola, 19 munições, dinheiro e pertences pessoais foram apreendidos com o suspeito.

Por volta das 21h, os policiais foram acionados, via 190, para atender um roubo em andamento na empresa localizada no bairro Bandeirantes. A Polícia Militar recebeu informações de que pessoas estavam encarceradas em um compartimento do prédio e que os suspeitos ainda estavam no local. De imediato, os policiais cercaram o local e realizavam varredura na empresa, mas os suspeitos já haviam fugido. A PM encontrou 11 pessoas encarceradas, a equipe precisou quebrar um dos vidros para fazer a liberação das vítimas.

Os policiais conseguiram obter informações do paradeiro da quadrilha por meio de um dos aparelhos celulares levados no roubo, que apontou que os suspeitos estavam no bairro Jaime Seiti Fuji.

Três homens foram pegos pulando alguns muros de residências, um deles foi capturado pelos militares. Com o suspeito, a PM apreendeu a pistola PT 58-s Taurus, um carregador com 19 munições intactas, R$ 432, 10 aparelhos celulares, HD externo e outros pertences pessoais. O suspeito recebeu voz de prisão por roubo, sequestro e cárcere privado. O homem confessou aos policiais que seus comparsas são da cidade de Cuiabá e que ele participou do roubo porque estava devendo R$ 5 mil para uma organização criminosa. A PM encaminhou o suspeito para a Delegacia.

De acordo com o boletim de ocorrência, as vítimas relataram à polícia, que os suspeitos invadiram a empresa e que alguns deles sofreram agressões por meio de coronhadas de arma de fogo. Em seguida, os criminosos roubaram seus pertences e os trancaram em uma sala.  A ocorrência foi entregue para a Polícia Judiciária Civil.

Disque-Denúncia  

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190 ou disque-denúncia 0800.065.3939.

PMMT

Notícias relacionadas