ACOMPANHE📺

Neri e Mendes desdenham de bolsonaristas em MT: “são 10%”

FOTO: Mayke Toscano – SecomMT

Um áudio vazado de uma conversa recente entre o deputado federal, Neri Geller (PP), o governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), e o deputado estadual, Dilmar Dal’Bosco (DEM), deixou os três em maus lençóis com bolsonaristas de Mato Grosso.

Na conversa, Neri desdenha da força eleitoral de Bolsonaro no estado e insinua que apoiadores mais próximos do presidente são “doentes”. “Esses radicais Mauro (governador), você fala em 30%, não dá 18, 12% dos radicais” crava Neri.

Assine nosso boletim de Noticias

O governador baixa ainda mais a projeção e diz que o número não passa de 10%. Geller concorda, ponderando, o poder de destruição do dito eleitorado. ““É, daí, são doentes. Agora, esses 10% estragam pra caralho (sic)”, concluiu.

Em outro momento da conversa, Dilmar testemunha que em várias regiões do norte do estado o presidente está bem. Neri analisa, referindo-se a todo grupo do atual governador, que é mais possível terem votos próximos da esquerda do que dos apoiadores do presidente.

“Não adianta se iludir, nós pegamos mais da centro-esquerda do que desse pessoal”, afirmou, sem saber que essa projeção é ainda mais certeira agora, com a divulgação da conversa.

Em busca de Bolsonaro

Embora Mauro desdenhe do presidente, como ficou explícito no áudio, o governador foi até Brasília, nesta semana, e jurou de pé juntos ao presidente que nunca falou mal do mandatário da nação.

Bolsonaro, todavia, já tinha em suas mãos as cartas assinadas por governadores, em mobilização articulada por Wellington Dias (PT do Piauí) e Flávio Dino (PSB, ex-PCdoB do Maranhão), em que Mauro assina texto que responsabiliza o Governo Federal pela pandemia, mesmo com todos os bilhões de reais distribuídos.

Já da parte de Neri, o deputado federal sonhava ter o apoio do presidente e para isso contava com articulação do novo chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, líder nacional do seu partido, o PP, sigla essa que pode ser até a que Bolsonaro buscará a reeleição.

Publicamente, o parlamentar tem defendido o presidente, mas depois desse áudio as pretensões de Neri se dificultam.

MINUTO MT

Notícias relacionadas