ACOMPANHE📺

Mulher joga cerveja na cara de policial na Praça Popular; “ela é ex dele” conta amiga

Uma mulher foi agredida e detida por policiais na madrugada desta terça (12.10), no bar Cerveja de Garrafa, na Praça Popular, em Cuiabá. Conforme imagens de vídeo enviado , um policial e a mulher estavam tendo uma discussão quando ela jogou cerveja na cara dele.

A reação imediata do policial e demais agentes que estavam em rondas e uniformizados foi pular a cerca do bar e deter a mulher, mas para isso contaram com força física, enforcando e chutando a mulher. Ela foi algemada e levada para delegacia.

Uma testemunha, que estava no local, contou que antes de a mulher jogar a cerveja no policial, ele estava instigando ela por várias vezes, fazendo provocações e discutindo. Foi quando ela resolveu filmar e flagrou o momento em que ela jogou a cerveja nele.

“Ele ficava todo tempo com a viatura parada na esquina, de frente do Cerveja de Garrafa. Até que ele veio ao encontro da moça novamente e neste momento, ela por justa provocação, jogou o líquido do copo no rosto do policial. E neste momento ele usou de total agressividade contra a mulher” contou.

Logo após, ela diz que ficou sabendo que ele era ex-marido dela e não aceita o fim do relacionamento. “Após o ocorrido, soube que ele é o ex dela. Pelo amor de Deus, um homem desse. Só invés de fazer a segurança do cidadão, ficou com a viatura parada, vigiando e discutindo com a ex dele’ relatou em suas redes sociais.

Uma amiga da mulher também confidenciou que  se tratar do ex.

Outro lado – Porém, conforme Boletim de ocorrência, a Polícia Militar estava realizando patrulhamento na Praça Popular, quando uma mulher que estava em dos bares jogou uma garrafa contra a viatura. Os policiais desceram do veículo para conversar com a suspeita, momento em que ela passou a desferir palavras de baixo calão contra os policiais e jogou a cerveja que estava no copo contra o rosto de um deles.

Foi dada voz de prisão contra a mulher, que tentou resistir a prisão sendo utilizadas técnicas de imobilização para contê-la. Ela foi conduzida à Central de Flagrantes de Cuiabá para as providências cabíveis. Ela foi enquadrada por desacato e injúria.

VGN

Notícias relacionadas