Secretaria de Saúde de Nova Mutum quer imunizar 95% dos bebês contra o Sarampo – MEDIO NORTE NOTICIAS
Informação a Todo Momento

Secretaria de Saúde de Nova Mutum quer imunizar 95% dos bebês contra o Sarampo

Visando agilizar o processo de vacinação a Secretaria de Saúde de Nova Mutum estabeleceu como locais de vacinação, Central de Vacinas, localizada na Avenida dos Pavões, 1.748W, no Residencial dos Ipês e o Pronto Atendimento (P.A.).

Nova Mutum: caminhão colide na traseira de carreta na BR-163A Secretaria de Saúde de Nova Mutum estipulou a meta mínima de 95% de todos os bebês e crianças, entre seis meses e cinco anos de idade a receberem uma dose da vacina contra o sarampo durante a Campanha Nacional que segue até o próximo dia 25 de outubro.

O Ministério da Saúde projetou a Campanha de imunização em duas fases, a 1ª que vai de 07 a 25 de outubro cujo objetivo é vacinar crianças de seis meses a cinco anos com a vacina tríplice viral que compreende: Sarampo, Caxumba e Rubéola. Já a segunda etapa será do dia 18 a 30 de novembro para adultos e jovens de 20 a 29 anos, que estão expostos ao sarampo, ou não possuem duas doses da tríplice viral conforme o calendário de imunização.

Visando agilizar o processo de vacinação a Secretaria de Saúde de Nova Mutum estabeleceu como locais de vacinação a; Central de Vacinas, localizada na Avenida dos Pavões, 1.748W, no Residencial dos Ipês e o Pronto Atendimento (P.A.).

A enfermeira Juliana Manfroi – coordenadora da Vigilância Epidemiológica destaca que é fundamental que os pais e ou responsáveis pelas crianças não deixem de vacinar seus filhos, uma vez que o Brasil tem tido um surto de casos. “Infelizmente esse ano um grande surto de casos de sarampo voltou a ser registrado no Brasil e o Ministério da Saúde iniciou a Campanha Nacional visando a erradicação definitiva da doença no Brasil. Por isso, queremos sensibilizar principalmente os pais, a levarem seus filhos aos locais de vacinação para alcançarmos a meta e consequentemente garantirem que seus filhos fiquem livres dessa doença”, afirma.

SARAMPO

Já considerado erradicado no Brasil desde 2016, este ano, o Sarampo voltou a ser notificado devido a baixa cobertura vacinal.

Sarampo é uma doença altamente contagiosa causada pelo vírus do sarampo (Measles Morbillivirus). Os sinais e sintomas iniciais geralmente incluem febre, muitas vezes superior a 40 ºC, tosse, corrimento nasal e olhos inflamados. Dois ou três dias depois do início dos sintomas formam-se no interior da boca pequenos pontos brancos, denominados sinais de Koplik. Entre três a cinco dias depois do início dos sintomas aparece uma mancha vermelha e plana que geralmente tem início na face e daí se espalha para o resto do corpo. Os sintomas começam a se manifestar entre dez e doze dias depois do contágio e duram entre sete a dez dias.

Em cerca de 30% dos casos ocorrem complicações, as quais podem incluir, entre outras, diarreia, cegueira, inflamação do cérebro e pneumonia. A rubéola e a roséola, apesar de causarem sintomas semelhantes aos do sarampo, são causadas por vírus diferentes e apresentam características distintas. O sarampo transmite-se facilmente por via aérea através da tosse e espirros de uma pessoa infetada. Pode também ser transmitida através do contato com a saliva ou secreções nasais.

Nove em cada dez pessoas que não estão imunizadas e partilham um espaço com uma pessoa infetada contraem a doença. As pessoas infetadas podem infetar outras pessoas desde quatro dias antes até quatro dias depois do aparecimento da mancha vermelha.

As pessoas geralmente só contraem a doença uma única vez na vida. A confirmação do vírus em casos suspeitos através de exames é importante para a saúde pública.

A vacina contra o sarampo é eficaz na prevenção da doença, diminuindo em 75% o número de mortes.

ASCOM

você pode gostar também
Loading...