ACOMPANHE📺

Materiais ilícitos são encontrados por cão farejador em ônibus que conduzia presos ao trabalho

Uma denúncia anônima levou à apreensão de materiais ilícitos escondidos por recuperandos do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, de Várzea Grande, no ônibus que retornava do trabalho extramuros. Com a ajuda do cão farejador “Furya”, do Setor de Operações Especializadas (SOE), foram encontrados oito aparelhos celulares, 17 carregadores, 11 fones de ouvidos, além de chips, baterias e adaptadores para cartão de memória.

O caso ocorreu no final da tarde desta terça-feira (03.03). Todo este material foi encontrado em fundos falsos, luminárias e estofados dos bancos do veículo, identificados pelo cão farejador. No total, 27 reeducandos que realizam o trabalho extramuros durante o dia estavam no ônibus.

Todo o material apreendido foi encaminhado ao setor de Inteligência da unidade, que já está identificando os presos que tiveram participação na tentativa de entrada com os ilícitos. De acordo com o diretor da unidade, Edilson Leão Cavalcante, os presos identificados serão retirados do trabalho extramuros.

Santo Antônio de Leverger

Também nesta terça-feira, policiais penais do SOE realizaram uma operação na Cadeia Pública de Santo Antônio de Leverger, onde 23 presos cumprem pena. Na ocasião, os policiais ao iniciarem o procedimento de revista nas celas, encontraram diversos celulares, carregadores, pendrives, cartões de memória, baterias de celulares, além de cadernos de anotações.

O trabalho foi acompanhado pelo setor de Inteligência da Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária, vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

Sesp-MT

Notícias relacionadas