ACOMPANHE📺

Jovem que estava desaparecida é encontrada morta; namorado é suspeito

Jovem foi encontrada após mais de cinco horas de buscas, em São José dos Pinhais — Foto: Franklin de Freitas

A jovem Maria Helena, de 22 anos, foi encontrada morta próximo da Estrada da Graciosa, em Quatro Barras, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na quarta-feira (4). Segundo a Polícia Civil, o namorado da vítima é suspeito de feminicídio.

Conforme a Polícia Civil, a vítima tinha sido vista pela última vez no dia 12 de janeiro, em um churrasco na casa do namorado, em São José dos Pinhais, também na RMC.

Ela foi encontrada após cinco horas de buscas, depois que o namorado suspeito confessou o crime e disse onde tinha escondido o corpo.

O suspeito disse à polícia que ocultou o corpo de Maria com ajuda do irmão dele. Para isso, utilizou um carro para retirar o corpo da casa.

“Alegou que seria em legítima defesa, que ela teria brigado com ele e, tentando contê-la, deu uma gravata, um mata-leão nela, assim ela faleceu. Contou também que, na sequência, eles retiraram o corpo exatamente como está nos autos, a hipótese que trabalhamos foi confirmada com a declaração dele. Falou que ele e o irmão dele retiraram o corpo e desovaram o corpo em um outro local”, disse o delegado Fábio Machado.

Conforme o delegado, o namorado foi indiciado pelo feminicídio, homicídio qualificado e ocultação de cadáver, e o irmão dele por ocultação de cadáver.

Maria Helena tinha um filho de cinco anos e trabalhava em um shopping center. Segundo a família da vítima, ninguém sabia do relacionamento da jovem com o suspeito.

Participaram das buscas a Polícia Civil, o Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba e o Corpo de Bombeiros.

A família da vítima fez um protesto em frente da casa do namorado suspeito, na terça-feira (2), onde um carro foi queimado.

G1

Notícias relacionadas