ACOMPANHE📺

Integrante de facção criminosa foragido de MT é preso pela Policia Civil em Goiás

Um foragido da Justiça do estado de Mato Grosso considerado de alta periculosidade foi preso na cidade de Luziânia, estado de Goiás, após ação integrada entre as Polícias Civis de MT e GO para cumprimento de mandado de prisão preventiva.

O trabalho conjunto foi realizado após informações trocadas pelos policiais civis da Gerência Estadual de Polinter e Capturas, de Cuiabá, com os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Luziânia.

Durante diligências para apurar o paradeiro do suspeito, os investigadores da Polinter conseguiram identificar a localização precisa onde o suspeito poderia ser encontrado, que foi repassada à equipe de Goiás.

De posse das informações recebidas, os policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Luziânia foram até o local indicado, onde conseguiram abordar o suspeito escondido em um Centro Religioso.

O procurado faz parte de uma facção criminosa instalada em MT, e exercia uma função de destaque na hierarquia da organização, pois era considerado como tesoureiro na cidade de Barra Garças (509 km a leste de Cuiabá) e região, municípios que fazem divisa com Goiás. Ele era considerado o aporte financeiro da facção e um dos principais articuladores das ações criminosas cometidas pelos membros.

Assine nosso boletim de Noticias

O suspeito estava com a ordem judicial de prisão preventiva expedida desde o dia 27 de novembro de 2020, pela 7ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá – Vara Especializada Contra o Crime Organizado. Conforme decretado nos autos do processo, o foragido foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por incorrer em crime de constituir, promover, financiar e/ou integrar organização criminosa.

Além do crime objeto de apuração nos autos do processo em curso, o preso possui mais antecedentes criminais por tráfico de drogas, corrupção de menores, associação ao tráfico, resistência à prisão, entre outros crimes.

Após a prisão da Polícia Civil de Goiás em apoio à Polícia Civil de Mato Grosso, o suspeito será recambiado ficando à disposição da Justiça.

PJC-MT

Notícias relacionadas