ACOMPANHE📺

Escrivão que vazava operações policiais é exonerado da PJC

O governador Mauro Mendes (DEM) oficializou a exoneração do escrivão da Polícia Judiciária Civil (PJC), Celso Pavani de Souza, por abandono de cargo. Ele já foi investigado por vazar informações de operações policiais.

Em 2016, o escrivão vazou informações sigilosas de uma operação que foi deflagrada pela Polícia Civil e Polícia Militar, que cumpriu mandados de prisão contra traficantes que atuavam na baixada cuiabana

Celso informou para um dos alvos da operação, onde os policiais se concentrariam e quais lugares iriam ser alvos dos mandados judiciais. A diretora de atividades especiais da PJC à época, Maria Alice Amorim, foi quem flagrou o escrivão repassando informações para uma traficante de 34 anos.

O servidor ainda poderá entrar com recurso e pedir reconsideração da punição do governo.

Estadão MT

Notícias relacionadas