Ensino médio tem desempenho abaixo da meta em MT, aponta dados do Ideb

Nos anos finais do ensino fundamental, ou seja, do 6º ao 9º ano, Mato Grosso também ficou abaixo da meta. O estado teve nota 4,8. No ensino médio, a nota foi ainda mais baixa: 3,6.

Mato Grosso fica em 23° lugar no ranking nacional — Foto: Secom/MT

O Ministério da Educação divulgou nesta terça-feira (15), os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019, que mede o nível de educação nas redes pública e particular de ensino. Mato Grosso teve as notas, do 6º ao 9° ano e no ensino médio, abaixo da meta.

De acordo com o Ideb, do 1º ao 5º ano, Mato Grosso ficou acima da meta, assim como outros 20 estados. A nota geral no estado foi de 5,9.

Receba noticias em seu Whatsapp

Nos anos finais do ensino fundamental, ou seja, do 6º ao 9º ano, Mato Grosso, outros 18 estados e o Distrito Federal, ficaram abaixo da meta.

VEJA TAMBEM
1 De 21

O estado teve nota 4,8, que representa uma queda em relação ao resultado de 2017, que foi de 4,9. Apenas 23% dos municípios mato-grossenses atingiram a meta nestas séries.

No ensino médio, Mato Grosso também ficou abaixo da meta. A nota ficou em 3,6. A proposta era chegar a 4,7. A média nacional foi 4,2.

Assine nosso boletim de Noticias

A secretária Estadual de Educação, Marioneide Kliemaschewsk, ressalta que os resultados obtidos não foram satisfatórios, porém, o ano de 2019 foi de grandes desafios para a educação.

As provas do Ideb foram realizadas no primeiro ano da atual gestão, que passou por uma greve de 74 dias, fator que prejudicou o processo de ensino-aprendizagem dos alunos.

“Em 2019, a atual gestão recebeu uma Secretaria com R$ 636,8 milhões de restos a pagar de exercícios anteriores, incluindo encargos e pessoal e despesas correntes, o que impossibilitou a capacidade de investimentos naquele ano. No entanto, em dezembro de 2019, já havia pago R$ 430,9 milhões do total de restos a pagar”, explica.

De acordo com a secretária, a Seduc passa por uma reformulação para melhorar a educação.

Entre as ações está o reordenamento e redimensionamento da rede, visando otimizar espaços físicos e os recursos financeiros e melhorar o atendimento da demanda nas unidades educacionais.

Segundo Marioneide, o índice do Ensino Médio é uma das maiores dificuldades.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica é divulgado a cada dois anos e leva em conta dois fatores: a aprovação e a aprendizagem de alunos e o desempenho nas provas de matemática e português, matérias cobradas nas avaliações do governo federal.

Ideb

O levantamento é feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), do Ministério da Educação (MEC).

O objetivo do programa é levar o Brasil a atingir a mesma média de conteúdo de alunos de países desenvolvidos (OCDE). Em uma escala de zero a 10, a meta é chegar a 6 na média geral, tanto em escolas públicas quanto particulares.

G1MT

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

banner slide 300X100 (2)
LEIA TAMBEM
Assine nosso boletim de Noticias
Inscreva-se aqui para receber as últimas notícias diretamente em sua caixa de entrada.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...