ACOMPANHE📺

Em sessão no STF, Marco Aurélio chama Fux de autoritário e Moraes de xerife

Durante sessão no Supremo Tribunal Federal nesta quinta-feira (11), o decano da Corte, ministro Marco Aurélio, entrou em embate com colegas durante. Marco Aurélio sugeriu julgar o relaxamento da prisão do deputado federal Daniel Silveira (PSL-SP), preso desde 16 de fevereiro por publicar vídeo nas redes sociais em que ofende e ameaça integrantes do Supremo.

Marco Aurélio apresentou questão de ordem para substituir a prisão preventiva de Daniel Silveira por uma medida cautelar diversa da prisão. Contudo, o relator do caso, ministro Alexandre de Moraes, não inseriu o processo para análise dos magistrados.

 

 

Marco Aurélio, então, solicitou ao presidente do Supremo, Luiz Fux, para que colocasse o processo em pauta, mas teve o pedido negado. “Eu já disse que vossa excelência é autoritário. Não submete as decisões ao colegiado. “Se o tribunal entende que não é oportuno o exame (da proposta), fico vencido na questão de ordem que suscitei. Agora, não posso silenciar e ser colocado numa camisa de força a essa altura da vida. Não aceito mordaça!” disse Marco Aurélio.

 

 

“Com todo o respeito que eu tenho ao ministro Marco Aurélio, se assim for, amanhã eu trago uma lista de processos em que eu queira me manifestar e peço para vossa excelência (Fux) apregoar, mesmo o relator não trazendo o processo. Isso é um desrespeito ao relator”, disse Moraes.

 

 

“Longe de mim desrespeitar o relator, ainda mais se o relator é um xerife”, respondeu Marco Aurélio.

Assine nosso boletim de Noticias

VEJA O VIDEO:

CM7

Notícias relacionadas