Em quatro anos, MT terá mais servidores aposentados do que na ativa – MEDIO NORTE NOTICIAS
Informações a Todo Momento, de Nova Mutum, Brazil. Site de Noticias de Nova Mutum e Região do Medio Norte Matogrossense. Nova Mutum, Noticias, festas, policia, acidente, cidade, emprego, entretenimento, fotos, economia, agricultura, informação, Mato Grosso, Nova, Mutum, Mato, Grosso, Política, Prefeitura, Câmara, esporte, jovem, tempo, real, bombeiros, rodovia, trânsito, delegacia, Militar, Civil, Prisão, Arma, Fogo, centro oeste, biodiesel, industria, dinheiro, telefone, falecimento, vagas de emprego, vagas, BR-163, Km 600, MT-249, MT-235, Ranchão, Pontal do Marape, ginásio, jogos, escola, qualidade de vida, comercio, empresa, prédio, saúde, hospital, prefeito, vereador, eleição, bombeiros, lago, chafariz, Balada, Danceteria, Show, Fotos, Cobertura de Eventos, Informando Nova Mutum, Região, notícias de Mato Grosso, Lucas do Rio Verde, Sinop, Sorriso, Nova Mutum, Cuiabá e Região, noticias policiais medio norte mt, notícias nova mutum

Em quatro anos, MT terá mais servidores aposentados do que na ativa

Estado tem 1,32 servidor ativo para cada inativo; em 2023 essa proporção será de 0,99

Mato Grosso possui aproximadamente 28 mil servidores aposentados. Palácio Paiaguás

Em 2023 o Estado de Mato Grosso terá mais servidores inativos do que em plena atividade. É o que indica a estimativa do Mato Grosso Previdência (MT Prev), baseada no cálculo médio de concessões de aposentadorias considerando o período entre 2016 e 2023 e desconsiderando a reposição de ativos.

VEJA TAMBEM:  Hortifrúti registra alta de preços nesse início de ano

Atualmente a proporção de ativos é de 1,32 para cada inativo, mas daqui a quatro anos este número será de 0,99 ativos para cada 1 aposentado. O estudo mostra como esta proporção vem diminuindo ao longo dos anos. Em 2016 existiam 1,44 ativos para cada inativo; em 2017, 1,33; ano passado este número chegou a 1,38.

Mato Grosso possui aproximadamente 28 mil servidores aposentados. Em média, 165 aposentadorias são concedidas mensalmente. Ainda segundo o levantamento do MT Prev, nos últimos quatro anos a idade média de concessão de aposentadoria foi de 56 anos.

Proposta pelo Executivo Estadual, a Reforma da Previdência encontra alternativas para este e outros problemas, como é o caso do déficit financeiro, que alcançou até o momento o valor de R$ 1,3 bilhão. Caso não seja aprovada, este déficit alcançará a marca de R$ 31 bilhões em dez anos.

VEJA TAMBEM:  Polícia Militar captura seis foragidos da Justiça em Cuiabá e Sinop

“A Reforma da Previdência busca resolver problemas que o Brasil inteiro está enfrentando e em Mato Grosso não é diferente. Estamos muito próximos de ter mais servidores aposentados do que na ativa e precisamos achar mecanismos para solucionar o problema. A reforma estadual baseada na Emenda Constitucional 103 é importante para garantir as aposentadorias”, pontuou o presidente do MT Prev, Elliton Oliveira de Souza.

Tramitação em MT
Parte da reforma que trata da alteração da alíquota de contribuição do servidor estadual de 11% para 14%, já foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e em primeira votação na Assembleia Legislativa.

A urgência da aprovação desta medida em Mato Grosso se dá pelo crescente “rombo” na previdência. O valor equivale a cerca de quatro vezes o prêmio da Mega-Sena da Virada, montante que anualmente deixa de ser investido em políticas públicas para o cidadão.

VEJA TAMBEM:  Empaer atende mais de 47 mil agricultores familiares em 2019

Dezessete Estados já aprovaram a alteração na alíquota: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Piauí, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Pará, Paraná, Sergipe, Rio de Janeiro e Goiás.

Secom-MT

você pode gostar também
Loading...