Informação a Todo Momento

Terras de megatraficante preso em Sorriso e avaliadas em R$ 8,7 milhões vão a leilão

"Os dois imóveis totalizam R$ 8,758 milhões"

Duas fazendas de Luiz Carlos da Rocha, o “Cabeça Branca”, considerado por anos o maior traficante da América Latina e preso em julho de 2017, vão a leilão no próximo dia 30 de julho às 10h00m.

Justiça mantém justa causa de gerente que abriu empresa no mesmo ramo da empregadora
Foto: Portal Sorriso/Arquivo

Duas fazendas de Luiz Carlos da Rocha, o “Cabeça Branca”, considerado por anos o maior traficante da América Latina e preso em julho de 2017, vão a leilão no próximo dia 30 de julho às 10h00m. Juntos, os dois imóveis totalizam R$ 8,758 milhões. Ele foi preso em Sorriso em julho de 2017.

As duas propriedades ficam em Marcelândia. Uma delas, denominada Fazenda Estrelinha, possui 596,45 hectares entre área aberta utilizada para a produção de grãos e mata nativa. O local contém como benfeitorias: dois barracões, duas casas de alvenaria e quatro casas de madeira. Ela está avaliada em R$ 7.517.400.

Já a segunda, Fazenda Jupinda II, tem 620,5725 hectares, encontra-se coberta por vegetação nativa e não possui benfeitorias. Sua avaliação é R$ 1.241.145.

Veja Também:

Todos os detalhes das propriedades, assim como fotografias, podem ser vistos no site do leiloeiro oficial.

“Caso o interessado queira ir até o local, são áreas que as pessoas podem visitar. As duas são na área rural, a entrada é na beira da rodovia, existem placas informando e não há cercas. A localização exata também está disponível no site”, explica o leiloeiro público oficial Guilherme Toporoski.

Como Participar do leilão

Para participar, os interessados deverão realizar o cadastro prévio, até 24 horas antes do início do leilão, no site https://topoleiloes.com.br/ e na data prevista ofertar os lances durante o leilão.

Outra opção é participar de forma presencial no Auditório Topo Leilões, na Rua Prefeito Ângelo Ferrário Lopes, nº 1.705, em Curitiba (PR).

Caso não haja arrematação à vista, poderão ser aceitos lances para pagamento parcelado da arrematação, com um sinal de 25% do valor total do lance e o saldo remanescente em até 30 parcelas mensais.

Valores e formas de pagamento

No primeiro leilão serão aceitos lances de valor igual ou superior à avaliação das propriedades. Caso nenhuma delas seja vendida, ocorrerá um segundo leilão no dia 13 de agosto, às 10h00, e os lances poderão ser de valores iguais ou superiores a 80% do valor de avaliação.

As propriedades serão entregues livres e desembaraçados de ônus, inclusive os de natureza fiscal (art. 130, § único, do CTN).

Quem é “Cabeça Branca”

Luiz Carlos da Rocha foi dono de um patrimônio avaliado em pelo menos R$ 325 milhões e esteve no topo da lista dos criminosos mais procurados do país por mais de três décadas. Sozinho, segundo a Polícia Federal, era responsável por abastecer mensalmente com pelo menos cinco toneladas de cocaína, de alto grau de pureza, países na Europa, na África e nos Estados Unidos.

Considerado pela Polícia Federal como um grande empresário do narcotráfico e chamado de Pablo Escobar brasileiro, ele foi preso, pela Polícia Federal, em Sorriso, no Mato Grosso. Sua história é contada no livro “Cocaína, a rota caipira”, do jornalista e escritor Allan Abreu.

Mais informações pelo telefone (41) 3599-0110 ou pelo e-mail [email protected]

Mídia News

você pode gostar também
Loading...