Informação a Todo Momento

Suspeito da morte de engenheiro agrônomo se apresenta à Polícia Civil

Nove foragidos da Justiça são capturados pela Polícia MilitarO delegado Carlos Henrique Engelmann confirmou a prisão do suspeito de assassinar a tiros o engenheiro agrônomo, Silas Henrique Palmieri Maia, 33, ocorrido no dia 18 de fevereiro, no município de Porto dos Gaúchos (663 km a Médio Norte). O autor, produtor rural, Paulo Faruk de Moraes, se apresentou nesta manhã desta quinta-feira (21.02), na Delegacia de Juara (709 km a Médio Norte), local que teve mandado de prisão preventiva cumprido.

O delegado, que está respondendo pela Delegacia de Porto dos Gaúchos, informou que o produtor rural confessou o crime e informou onde deixou a arma que usou para matar o engenheiro agrônomo. A arma, uma pistola calibre 635, foi deixada em uma lata de lixo, em frente à Delegacia de Tabaporã (643 km a Médio-Norte), onde foi encontrada.

O produtor foi interrogado e confessou que estava se sentindo incomodado com a presença da vítima na fazenda dele, mas que não desejava matá-lo.  Ele contou que  tinha financiado o custeio da lavoura e agora, época de colheita, o financiador foi até a propriedade cobrar a parte dele, para que a soja não fosse vendida O engenheiro era o representante da empresa financiadora e estava fiscalizando a colheita.

O delegado informou também que o preso vai responder homicídio duplamente qualificado, motivo fútil, e recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa da vítima e porte ilegal de arma de fogo. Ele será apresentado em audiência de custódia no Fórum da comarca de Juara.

Veja Também:

O homicídio

A vítima Silas Henrique Palmieri Maia teve o corpo encontrado em cima de um veículo (caminhonete). O médico informou que realizou todos os procedimentos necessários para salvar a vítima, porém, ela não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. Segundo uma testemunha que ajudou a socorrer Silas, era aproximadamente 13h00 quando ambos (vítima e testemunha) estavam sentados em uma mesa, na lanchonete Fogão a Lenha da Rodoviária do povoado Novo Paraná, município de Porto dos Gaúchos, quando sem notar a aproximação, se assustou com uma pessoa que chegou por trás, sacou uma pistola e efetuou dois ou mais disparos direto na cabeça da vítima, que caiu no chão já sem reação.

Em seguida o autor do crime saiu andando em direção ao seu veículo, olhando para trás para se certificar que havia matado à vítima. Imediatamente foi realizado socorro médico no Posto de Saúde daquele povoado, sendo depois a vítima encaminhada para Hospital de Porto dos Gaúchos. Para o transporte de Silas foi utilizada a caminhonete que ele próprio conduzia.

Assessoria PJC-MT

você pode gostar também
Loading...