ACOMPANHE📺

Credor acusa ‘rei do algodão’ de manobra e pede que Justiça decrete falência

A empresa RDS Minerva Comércio, Serviços e Representações Eirelli pediu que a Justiça mato-grossense declare a falência da José Pupin Agropecuária para “proteger os interesses dos credores que há muito sofrem pelo descaso, bem como evitar novos credores”.

O pedido é analisado pelo juiz André Barbosa Guanaes Simões, da Primeira Vara Cível de Campo Verde.

À Justiça, a empresa alegou que a José Pupin Agropecuária estaria fazendo uma manobra para driblar as práticas de recuperação judicial a qual está submetida, e lograr seus credores. O caso teria sido descoberto por meio de um processo trabalhista movido pelo ex-diretor da agropecuária.

A RDS Minerva explicou que fez uma transação comercial com a Agropecuária, e, assim como outras empresas, acabou não sendo paga. Então, diante de diversos atrasos, firmou com o então diretor da agropecuária um instrumento particular de confissão de dívida no valor de R$ 821.001,65.

A dívida deveria ter sido paga em 10 parcelas iguais de R$ 96.360,00, mas os últimos quatro cheques acabaram devolvidos pelo banco. Então, a RDS Minerva tentou contato com o diretor da agropecuária, mas foi “levada em banho maria”, com objetivo de protelar o pagamento da dívida.

Assine nosso boletim de Noticias

A empresa relatou que, no entanto, soube depois que o então diretor que assinou a confissão de dívida deixou a empresa e abriu uma ação trabalhista cobrando o valor de R$ 2.145.319,95. Além da alta quantia, a RDS Minerva diz que chamou a atenção que, naquele processo trabalhista, foi firmado acordo entre o ex-diretor e a agropecuária, que foi apresentado para ser homologado pela Justiça.

“O que chamou a atenção foi a rapidez de como e de que forma fora feito o acordo. Até porque não houve sequer despacho para proceder a citação da reclamada – José Pupin Agropecuária em Recuperação Judicial”, apontou a defesa da RDS Minerva.

A credota ainda apontou para a Justiça que, naquela ação trabalhista, mesmo o ex-diretor tendo apresentado extratos bancários com volume grande de transações, ele pediu gratuidade de Justiça, levantando o questionamento: “onde foi parar os valores?

“A única conclusão a que se pode chegar é que a reclamação trabalhista é, na verdade, uma ação simulada para retirada de valores da empresa em regime de recuperação judicial, uma vez que não se trata de crédito relacionado no plano de recuperação”, afirmou a defesa da RDS Minerva.

A empresa destacou que, diante da inadimplência e das supostas manobras ilícitas por parte da José Pupin Agropecuária, encaminhou a confissão de dívida para protesto, mas, ainda assim, a empresa não apresentou resposta.

Diante das denúncias, a empresa pediu que a Justiça determine que o administrador judicial da agropecuária se manifeste sobre o caso. No entanto, ele também pediu que, se o juiz entender que não é necessário aguardar a empresa, que decrete a falência da agropecuária ” a fim de proteger os interesses dos credores que muito sofrem pelo descaso, bem como evitar novos credores”.

O pedido ainda não foi analisado.

CAMILLA ZENI

Notícias relacionadas