Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

ELEIÇÕES

Veja o programa de governo dos 13 candidatos a presidente

Veja o programa de governo dos 13 candidatos a presidente

2018, CIDADES, DESTAQUES, ELEIÇÕES, POLÍTICA
Treze partidos solicitaram candidaturas a presidente ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). A campanha eleitoral começa oficialmente nesta 5ª feira (16.ago.2018). Com o registro, também foram protocolados os planos de governo. As siglas registraram os seguintes nomes como candidatos: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Eymael (DC), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), João Amoêdo (Novo), João Goulart Filho (PPL), Lula (PT), Marina Silva (Rede) e Vera (PSTU). Os políticos vão aparecer com essa denominação na urna eletrônica no dia da votação. Leia a seguir as principais diretrizes dos planos de governo dos 13 candidatos. ALVARO DIAS (PODEMOS) O plano de governo do candidato do Podemos, Alvaro Dia
Cartilha interativa orienta sobre propaganda eleitoral na internet

Cartilha interativa orienta sobre propaganda eleitoral na internet

2018, CIDADES, DESTAQUES, ELEIÇÕES, POLÍTICA
A propaganda eleitoral começa nesta quinta-feira (16). Neste ano, os eleitores vão escolher seis representantes: presidente, governador, dois senadores, deputado federal e estadual. A propaganda poderá ser realizada através de comício, carreata, distribuição de material impresso e propaganda na internet, desde que não paga, como sites próprios. Pela legislação, o uso de auto-falantes e equipamentos de som só pode ocorrer das 8h às 20h. No rádio e na TV, a propaganda eleitoral gratuita só começa dia 31 de agosto, após a elaboração de plano de mídia por parte dos partidos, da Justiça Eleitoral e das emissoras de TV.  Cartilha Interativa Eleições 2018 Uma cartilha interativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), traz as principais regras a serem seguidas, nas eleições deste ano, por pa
PT registra candidatura de Lula nesta quarta com ato em Brasília

PT registra candidatura de Lula nesta quarta com ato em Brasília

CIDADES, DESTAQUES, ELEIÇÕES, POLÍTICA
O PT registra, nesta quarta-feira (15), em Brasília, a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a presidente e do pré-candidato a vice, Fernando Haddad. O ato de inscrição no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) acontece por volta das 16 horas e vai ser marcado por atos de apoio a Lula. Após questionamentos de que Weber teria recebido pressões para dar celeridade ao julgamento do registro da candidatura de Lula, Haddad afirmou, durante sabatina em Brasília realizada nesta 4ª, que o TSE tem de julgar a possibilidade de Lula ser candidato a presidente “de acordo com a lei” e “independente de pressões”. O evento convocado pelo PT será precedido por uma marcha, que sairá do Ginásio Nilson Nelson, no Eixo Monumental, centro da capital. “Temos todas as razões para seguir defenden
Próximo presidente pode herdar conta de R$ 250 bilhões

Próximo presidente pode herdar conta de R$ 250 bilhões

2018, CIDADES, DESTAQUES, ECONOMIA, ELEIÇÕES, POLÍTICA
Além do rombo nas contas públicas que se estenderá pelos próximos anos, um esqueleto de mais de R$ 250 bilhões pode cair nas mãos do próximo presidente da República. Embora o Supremo Tribunal Federal (STF) tenha decidido em março de 2017 que o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado pelos governos estaduais não pode ser considerado na base de cálculo do PIS/Cofins cobrado pelo governo federal, a corte mais alta do País ainda não determinou se a União terá de devolver aos contribuintes o imposto recolhido a mais. O acórdão da decisão de março de 2017 foi publicado em outubro e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) imediatamente ingressou com recurso no STF, que ainda não foi julgado. O órgão pediu que o tribunal modulasse a decisão, ou seja, determinas
Juiz manda retirar vídeo de suposta briga entre Leitão e Taques

Juiz manda retirar vídeo de suposta briga entre Leitão e Taques

2018, CIDADES, DESTAQUES, ELEIÇÕES, JUSTIÇA, POLÍTICA, TECNOLOGIA
Jackson Coutinho, juiz auxiliar da propaganda do Tribunal Regional Eleitoral, determinou que a rede social Facebook e o YouTube retirem do ar vídeo de um suposta discussão entre o candidato ao governo de Mato Grosso, Pedro Taques e o candidato ao Senado, Nilson Leitão, ambos do PSDB. O candidato argumentou que as notícias veiculadas em função do vídeo são falsas e foram utilizadas com o propósito de denegrir sua imagem junto ao eleitorado mato-grossense. Além da retirada do vídeo, o candidato tentava ainda pela exclusão do sítio eletrônico, onde o conteúdo foi primeiramente postado. Em sua decisão, Coutinho considerou que há irregularidades. “Parece-me de fato Propaganda Eleitoral Negativa ofensiva ao representante”, afirmou em sua decisão. “Em juízo de cognição sumária, convenço-me
ZUCA SERTANEJA