fbpx

POXORÉU

Mais 43 cidades de Mato Grosso podem aderir ao programa Criança Feliz

Mais 43 cidades de Mato Grosso podem aderir ao programa Criança Feliz

ALTO GARÇAS, BARRA DOS GARÇAS, BRASNORTE, CÁCERES, CAMPO NOVO DOS PARECIS, CAMPO VERDE, CIDADES, COLÍDER, COLNIZA, CONFRESA, DESTAQUES, DIAMANTINO, GAÚCHA DO NORTE, GUARANTÃ DO NORTE, ITIQUIRA, JUARA, JUÍNA, MIRASSOL D'OESTE, NOBRES, NOVA BANDEIRANTES, NOVA OLIMPIA, POXORÉU, ROSÁRIO OESTE, SÃO JOSÉ DO RIO CLARO, SÃO JOSÉ DOS QUATRO MARCOS, SAPEZAL, SOCIAL, SORRISO, TAPURAH, VILA BELA DA SANTÍSSIMA TRINDADE
A Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas-MT) informa que 43 municípios de Mato Grosso estão aptos a aderir ao programa Criança Feliz, desenvolvido pelo Ministério do Desenvolvimento Social do Governo Federal (MDS). Os municípios têm até o dia 30 de junho de 2018 para concluir o processo, por meio do órgão gestor e com aprovação do Conselho Municipal de Assistência Social (CMAS). Para ser parte do programa o município precisa cumprir alguns requisitos básicos: ter ao menos um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) com registro no Cadastro Nacional do Sistema Único de Assistência Social (CadSuas) e possuir ao mínimo 140 pessoas de público prioritário no programa. Para oficializar a adesão, o gestor de assistência social deve acessar o sistema da Rede Suas
Defensoria Pública suspende atendimento em 15 cidades

Defensoria Pública suspende atendimento em 15 cidades

ALTO TAQUARI, CIDADES, DOM AQUINO, ECONOMIA, FELIZ NATAL, ITIQUIRA, JUSTIÇA, MARCELÂNDIA, NORTELÂNDIA, NOVA CANAÃ DO NORTE, NOVA UBIRATÃ, PARANAÍTA, PEDRA PRETA, POXORÉU, QUERÊNCIA, RIO BRANCO, SANTO ANTÕNIO DE LEVEGER, VILA BELA DA SANTÍSSIMA TRINDADE
  A Defensoria Pública de Mato Grosso, em portaria que circula no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (23), informa que suspende, a partir de 1º de setembro, o atendimento em 15 Núcleos da Instituição que operam por regime de cumulação. As comarcas afetadas são Alto Taquari, Dom Aquino, Feliz Natal, Itiquira, Marcelândia, Nortelândia, Nova Ubiratã, Nova Canaã do Norte, Paranaíta, Pedra Preta, Poxoréu, Querência, Rio Branco, Santo Antônio de Leverger e Vila Bela da Santíssima Trindade. De acordo com o documento, a medida se faz necessária devido à repetição do orçamento destinado à instituição em 2017, e foi deliberada pelo Conselho Superior em reunião ordinária, com anuência unânime de seus membros. O defensor público-geral, Silvio Santana comentou a decisão. "
ANUNCIE AQUI