ACOMPANHE📺

Bando é condenado a 278 anos de prisão por roubo de defensivos agrícolas

O juiz da segunda vara criminal de Sorriso Anderson Candiotto, condenou oito réus, integrantes de uma quadrilha especializada em roubos de defensivos, a 278 anos de prisão, somando todas as penas aplicadas. Além disso, o bando ainda foi multado em R$3.323.122,00.

José Neto Ferreira de Andrade, Ricardo Ferreira dos Santos, Dionatan Neves Brito, Leonir de Oliveira, Renato Pereira do Lago, Adílson da Costa Silva, Francielli Ceratti e Wandrey Alexandre Donellas Rezende foram presos durante a operação Camuflagem, deflagrada pela Polícia Judiciária Civil, GAECO (Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado), unidade regional de Sorriso, Polícia Militar, GCCO (Grupo de Combate ao Crime Organizado) da Polícia Civil, Ciopaer e a PRF (Polícia Rodoviária Federal). A iniciativa buscava coibir o roubo de caminhonetes e insumos agrícolas nos municípios de Sorriso, Lucas do Rio Verde, São José do Rio Claro, Nova Mutum, Sinop, Canarana e Cuiabá.

Um dos crimes praticado pelo bando, foi um grande roubo na fazenda Santa Terezinha do grupo Bom Jesus, em Nova Mutum, ocorrido no fim de 2017. Foram 8 presos, dentre eles Emerson Oldoni Pagnoncelli, dono de uma empresa de insumos de Sorriso. Segundo a polícia, ele é suspeito de receptação por supostamente ter comprado defensivos roubados.

Os réus cumprem pena pela prática de roubo com emprego de arma de fogo e organização criminosa.

Dos oito condenados, apenas três respondem em liberdade.

Assine nosso boletim de Noticias

Portal Sorriso

Notícias relacionadas