ACOMPANHE📺

Agrônomo de Sorriso está desaparecido há 10 dias no Amazonas

Parentes estão desesperados à procura do engenheiro agrônomo de Sorriso, Jeferson André Bungenstab, de 37 anos, que desapareceu no dia 21 de agosto a caminho do trabalho em uma fazenda no interior do Amazonas (AM).

Segundo a esposa Bárbara Aparecida Silva Bungenstab, de 32 anos, o marido estava no município de Humaitá atrás de melhores condições de vida para a família. O casal tem uma filha de sete anos que mora com ela em Sorriso.

Fora de casa há cerca de 5 meses, Jeferson passou quatro deles prestando serviços em uma fazenda e há trinta dias estava morando com dois amigos na cidade.

Com planos de voltar para casa nos próximos dias, o agrônomo contactou a esposa pela última vez na sexta-feira (20). “Falou que ele só iria fazer esse trabalho de calibração [de um pulverizador] no sábado (21) [dia em que desapareceu] e no domingo voltaria para casa”, conta.

A expectativa era que ele chegasse na segunda-feira no Município de Sorriso. Como Bárbara não teve mais notícias do marido, começou a ficar preocupada.

Sem o contato das pessoas que moravam Jefferson, ela começou uma caçada para encontrar alguém que pudesse dar informações sobre o paradeiro do marido.

Quase uma semana depois, no sábado (28), ela conseguiu contato com alguém que lhe informou sobre o desaparecimento do marido.

A última vez que ele foi visto estava em uma fazenda, onde teria ido buscar algumas bandejas que havia emprestado. De lá ele iria para a fazenda dos amigos, prestar serviço de calibração, mas ele nunca chegou na propriedade.

Segundo a imprensa local, no dia seguinte, um amigo encontrou o veículo que Jeferson havia emprestado na lateral da estrada. Dentro estavam a chave no painel e os seus documentos.

Incrédula com o que está acontecendo, tudo o que Bárbara espera é que o marido seja encontrado. “Parece que estou sonhando, estou sem dormir, sem comer, tentando ser forte porque temos uma filha de 7 anos”, compartilha ela.

“Ele foi para tentar uma vida melhor para a nossa filha. Então eu peço que quem viu meu marido, por favor nos ajude!”, diz esperançosa.

A Polícia Civil da cidade investiga o caso.

Jefferson se formou em Engenharia Agronômica em 2012 na Escola Superior de Agronomia de Paraguaçu Paulista (SP).

LIZ BRUNETTO

Notícias relacionadas