Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Safra de algodão cresce 21% e produtividade também aumenta em Mato Grosso

O Imea divulgou a quinta estimativa para a safra 2017/18 do algodão mato-grossense trazendo novas perspectivas para a produtividade e produção do algodão em caroço. Em relação à área, a previsão se mantém em 782,90 mil hectares, ou seja, 21,14% acima em comparação à safra anterior sob influência dos bons preços ofertados no mercado. Visto que as condições climáticas se mantiveram favoráveis em grande parte do desenvolvimento das lavouras, vem sendo relatado um desempenho satisfatório da produtividade, que passa a ser prevista em 278,50 @/ha. Diante do incremento da produtividade e da manutenção da área, a produção do algodão em caroço passa a ser estimada em 3,27 milhões de toneladas.

Leia também:  Profissionais da Escola Virgílio Corrêa Filho recebem congratulação

“Sendo assim, as perspectivas para a safra 2017/18 se mantêm positivas, sendo esperado mais um recorde de produção de algodão no Estado”, acrescenta o instituto, no boletim divulgado esta semana.

A nova estimativa para a safra 17/18 de algodão em Mato Grosso trouxe um incremento de 2,07% para a produtividade, que passa a ser prevista em 278,50 @/ha. Este incremento nos rendimentos se deve ao desempenho satisfatório das condições climáticas em momento importante para o desenvolvimento das lavouras, que, em conjunto com o alto investimento tecnológico, tem possibilitado boas perspectivas para a safra. Com isso, a região oeste, maior produtora do Estado, apresenta a melhor produtividade, estimada em 286,4 @/ha, enquanto que, a médio-norte se destaca por já apresentar um aumento de 0,5% em relação à safra passada. Do outro lado, a região nordeste, diante do baixo volume de chuvas na região, exibe o maior recuo em relação à safra passada, de 9,5%. Assim, nos próximos meses o comportamento da colheita e das condições climáticas será determinante para a consolidação da produtividade.

Leia também:  Nova Mutum: Vereadores pedem estudos para implantação da equoterapia na rede pública

Assessoria

ZUCA SERTANEJA
%d blogueiros gostam disto: