Mendes encerra campanha com dívida de R$ 1,3 milhão

Governador eleito, Mauro Mendes (DEM) declarou em sua prestação de contas de campanha que gastou R$ 5,4 milhões na disputa pelo governo de Mato Grosso e encerrou os 45 dias das eleições devendo R$ 1,3 milhão.

As informações estão disponíveis no portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O prazo para a prestação de contas terminou na terça-feira (6) em todo o país. Até um dia antes, apenas 10% dos candidatos de Mato Grosso entregaram os documentos.

Caso não ocorra prestação de contas, os candidatos eleitos estão automaticamente impedidos de serem diplomados. Neste ano, segundo a Lei Eleitoral, os concorrentes ao Governo de Mato Grosso tiveram o limite máximo de gastos de campanha fixado em R$ 5,6 milhões para o primeiro turno.

Leia também:  Investimentos em inteligência reduziram em mais de 20% índices de crimes em MT

De acordo com a prestação de contas de Mendes, dos R$ 5,4 milhões gastos ficaram pendentes de pagamento as despesas referente à produção de programas de rádio, televisão ou vídeo que custou R$ 2,5 milhões. Desse valor, R$ 1,1 milhão ainda precisa ser pago.

Também não foram pagas as despesas com transporte ou deslocamento, que totalizou um gasto de R$ 343 mil, dos quais R$ 147 mil ainda não foram pagos. Já os serviços prestados por terceiros custou R$ 542 mil e a dívida ficou em R$ 120 mil.

Ainda segundo a prestação de contas, do total em despesas contratadas durante a campanha, R$ 1,7 milhão foi pago pelo Fundo Especial de Financiamento de Campanha, outros R$ 200 mil foram quitadas com recursos de doações partidárias e pouco mais de R$ 2 milhões pagos foram com outros recursos.

Leia também:  Comércio ilegal de cigarros supera mercado regular no Brasil

Arrecadação 

Ao todo, Mendes conseguiu arrecadar R$ 4,1 milhões. Os maiores valores doados vieram da Direção Nacional do Democratas que doou 2 milhões, e do seu candidato a vice, Otaviano Pivetta, que doou R$ 867 mil.

Já a Direção Estadual do Democratas doou R$ 267 mil e o empresário Orcival Gouveia Guimarães também fez uma doação de R$ 200 mil.

gazetadigital

DIGINET NOTICIAS
%d blogueiros gostam disto: